Muda sua vida...hoje!

Lisboa Counselling
1. Ansiedade — Seu Impacto

A ansiedade parece ser uma característica intrínseca de todo o ser humano, algo que faz parte de nós e da qual não nos podemos livrar. Mas… será?

Nesta série de artigos vou reflectir um pouco acerca de alguns aspectos da ansiedade que, espero, mude a forma como lidas com ela e mesmo como a vês.

Slide1

Controladora

A ansiedade é controladora, “dirigindo” todas as áreas da tua vida. Ela instala-se na tua mente, de forma mais ou menos visível, e vai ruminando e roubando o teu bem-estar. Muitos dos problemas que enfrentas não são causados pelas tuas circunstâncias propriamente ditas mas pela forma como lidas com elas… pela ansiedade que elas provocam.

 

Pensamento

O pensamento é o centro de operações da ansiedade, desenvolvendo um estado de preocupação que pode funcionar a tempo inteiro, quase como um estilo de vida, e que é o combustível da ansiedade, o que a mantém e a torna tão “eficaz” na sua acção destrutiva.

 

Emoções 

Um dos campos mais obviamente afectados pela ansiedade, são as emoções. Ela vai criando um aperto dentro de ti, podendo gerar emoções mais “frias”, como angústia e tristeza, ou mais quentes, como ira e impaciência. Estas emoções vão provocando uma aceleração do ritmo interior que provoca um enorme desgaste.

 

Tempo

A ansiedade está diretamente ligada à tua gestão de tempo e, dessa forma, mesmo à tua performance. Facilmente ela te leva a desenvolveres um ritmo desenfreado (como se isso fosse sinónimo de competência ou eficácia) com excesso de estímulos, de pensamentos, de focos, levando a que corras mais do que produzes e que vivas com a sensação de que o tempo te escapa por entre os dedos.

 

Relacionamentos

Pessoas com diferentes temperamentos lidam com a ansiedade de forma diferente. Mas esta sempre acaba por afectar os teus relacionamentos. Talvez a tua ansiedade e preocupação com os outros te leve a estares sempre a querer “ajudar”, criando neles um crescente desejo de “cair fora”. Talvez a preocupação viva em ti a tempo inteiro, gerando um clima pesado e tornando muito difícil que os outros à tua volta possam mostrar alegria ou bem-estar. Talvez a ansiedade te leve a isolares-te, a ficares no teu canto, levando por vezes a uma sensação de abandono nos outros.

Seja qual for a forma como lidas com a tua ansiedade, ela é sentida pelos outros (mesmo que não conscientemente) e afecta de forma negativa esses relacionamentos.

 

Saúde física

O teu corpo tem as “cicatrizes” da tua ansiedade. Seja em dores de pescoço, enxaquecas, tensão muscular, cansaço, problemas digestivos ou de sono, alergias, ou outros, as pegadas da ansiedade vão gravando em ti um percurso, que é a tua forma pessoal de assimilar o impacto dessa ansiedade, e que se vai consolidando ao longo do tempo, podendo levar a doenças psicossomáticas que muitas vezes se tornam crónicas.

 

Riscos

Tendo em conta o tremendo desgaste que a ansiedade provoca, afectando mesmo o teu corpo físico, ela tem um papel determinante em muitas situações de ruptura, como AVC, problemas cardíacos, burnout / esgotamento, entre outros.

 

A ansiedade tem um grande poder destrutivo, mas não tem que continuar a controlar a tua vida.

Deixa-nós uma resposta...

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

* *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>