Muda sua vida...hoje!

Lisboa Counselling
4.Assertividade – Como Lidar Com Pessoas Difíceis?

Assertividade não é critica, mas desafio à mudança!

 

Casca

 

A tendência natural é pensar que, com aquela pessoa, é impossível conseguir ter comunicação positiva. Mas a maioria das situações consideradas “impossíveis” apenas significam que precisas de ter mais habilidade ou competências mais específicas nesse tipo de comunicação.

 

Qual a gravidade?

Antes de decidires como agir, é importante perceberes a gravidade da situação. Perceberes se é algo que te desagrada ou com que não concordas, ou se é muito mais do que isso – algo errado, prejudicial, anti-ético ou mesmo ilegal? A tua forma de reagir precisa de ser adequada à gravidade do assunto e não apenas à forma como te sentes em relação a isso.

 

Consequências

A implicância constante é muito desgastante para um relacionamento e não resolve os problemas. É preciso desenvolver reações que sejam mais positivas e eficazes.

As consequências podem ser um recurso valioso para mudar maus hábitos. Normalmente tentamos eliminar as consequências das más atitudes de outra pessoa. Mas ao eliminarmos as consequências desagradáveis, estamos também a eliminar a motivação dessa pessoa para mudar.

A forma mais rápida (e mais leve) de acabar com um hábito negativo, pode ser permitir as consequências desse acto. Por exemplo, se todos os dias é preciso fazer uma cena enorme para conseguir que o filho saia da cama e vá para o trabalho, uma opção é informá-lo que não vais voltar a chamá-lo. As consequências de ele chegar atrasado podem ser um bom estímulo a que ele comece a mudar esse hábito.

 

Comunicação clara e positiva

A forma como começas a comunicar, numa situação difícil, é determinante para o desenlace dessa situação. O mais comum é começar logo por dizer ao outro o que há de errado com ele. Mas esse ambiente de acusação vai bloquear a comunicação, vai fazer com que o outro entre à defesa (ou ao ataque) e já não seja possível comunicar de forma positiva.

A tua comunicação precisa de ser clara e objectiva, sem indirectas. Precisa de ser dirigida para os aspectos a mudar e não para culpabilização ou cobrança.

 

Ética é um bom investimento

Quando falas de forma agressiva ou sem respeitar o outro, perdes também tu a razão (mesmo que antes a tivesses). Se pelo contrário te recusas a sair da ética, tornas mais difícil ao outro que o faça, mesmo que essa fosse a sua tendência inicial. Acabas por evitar palavras que se poderiam tornar um problema muito maior do que o problema inicial.

 

Como mudar uma atitude errada noutra pessoa?

Se não for uma situação de risco imediato, é preferível começares com uma abordagem mais leve, tentando evitar ou dificultar a atitude errada. Por exemplo, se é alguém que tem o hábito de criticar duramente o trabalho de outros, procura fazer alguma pergunta específica acerca do que era suposto ter feito diferente. Assim podes conseguir “cortar” a enxurrada de palavras agressivas e criar um ambiente mais propício ao diálogo.

Quando esse tipo de estratégia não resulta, o “nível” seguinte será impedires que a pessoa continue a ter as mesmas atitudes erradas. Isso normalmente precisa de ser planeado com cuidado e de forma específica para cada situação.

Em situações mais graves, a última estratégia pode ser o afastamento (depois de esgotar todas as outras opções). Este pode ser um afastamento físico ou, quando isso não é possível, podes estabelecer limites bem definidos e que não permitas serem ultrapassados.

 

O Alvo, numa atitude assertiva, não deve ser dizer o que se pensa ou apontar o que o outro fez de errado, mas promover a mudança da situação, a resolução do problema. O caminho não deve ser criticar, mas definir e dar passos concretos para mudança e crescimento.

No LisboaCounselling podes encontrar orientação e treino específico a nível de competências de comunicação que te permitirão ultrapassar muitas das situações difíceis com que lutas talvez há anos. Começa a mudar a tua vida hoje mesmo! Contacta-nos!

Deixa-nós uma resposta...

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

* *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>