Muda sua vida...hoje!

Lisboa Counselling
4.Ataques de Pânico — Como se Ultrapassa Este Problema?

Para participares numa maratona precisas de ter os teus músculos físicos em boa forma. Para teres uma vida positiva, feliz e equilibrada, sem deixares que as tuas emoções ou circunstâncias te esmaguem, precisas de ter os teus músculos emocionais e mentais em boa forma.

imgres-1

Músculos emocionais

Em Counselling, falamos muito em termos de “músculos” emocionais e mentais. Apesar de estes não serem visíveis, eles são tão reais como os músculos físicos e afectam profundamente tanto o teu bem-estar interior e qualidade de vida, como a tua capacidade e eficácia de gerir situações difíceis ou de risco.

Talvez estejas a achar que isto não faz sentido. Mas olha um pouco para ti próprio. Provavelmente já foste confrontado com uma situação ou atitude negativa de outra pessoa e conseguiste seguir em frente sem grande mossa ao passo que noutra altura, a mesma situação ou atitude te levou a desabares. A situação era a mesma… a tua força e estabilidade emocional estava diferente… o resultado foi diferente. É a essa tua área que chamamos “músculos emocionais” e que é fundamental treinares e desenvolveres se queres ultrapassar o teu problema.

 

Crenças e pensamentos

Como já referi nos artigos anteriores, os ataques de pânico são muito alimentados por um padrão de pensamento negativo e por crenças tóxicas que te manietam e incapacitam. Counselling faz um trabalho profundo de treino de controlo de pensamento, que te vai libertar do tipo de espiral de pensamento que provoca os ataques de pânico (ou outros problemas emocionais). Por outro lado, trabalhamos a identificação de crenças mentirosas, que te convencem que tens uma doença, que não a consegues ultrapassar, que tens que viver uma vida de medos e limitações, etc. e a substituição dessas crenças pela verdade que te ajuda a ultrapassar este problema. O trabalho a nível de auto-imagem e auto-confiança positiva vai ajudar-te a teres a coragem e motivação para implementar as estratégias de redução de ansiedade.

 

Enterrar a cabeça na areia?

Quando eu falo em substituir crenças e pensamentos tóxicos pela verdade mais positiva, não me refiro a enterrar a cabeça na areia ou a fingir que o problema não existe. Aliás, a substituição que se faz, não é por uma crença mas por uma constatação. Ao implementares as competências que vais desenvolver com o processo de Counselling, vais verificar que realmente és capaz. Então, a substituição não é por algo em que acreditas mas por algo que já experimentaste e viste que resulta. Em fase mais aguda das crises, o alívio que as novas competências trazem à pessoa pode ser tão grande e tão inesperado (para ela) que ao fim de uma ou duas semana ela chega junto de nós a dizer que os ataques de pânico já passaram. Mas isso não é bem assim. O enorme alívio obtido mostra que é possível, que o cliente é capaz, que resolver completamente o problema será apenas uma questão de tempo e trabalho eficaz. Mas ainda há muito trabalho a fazer a nível de consolidação do “terreno conquistado” e de avanço em outras áreas.

 

Tempo de tratamento

Counselling é uma terapia breve. A rapidez com que alcançamos resultados deve-se bastante ao facto de ser um trabalho de equipa — quem vai estar a trabalhar na resolução do problema não é o terapeuta mas a equipa terapeuta / cliente, em que cada um tem papéis diferentes mas igualmente activos. E também por ser um trabalho  a tempo inteiro, em que o tratamento não é feito durante as sessões mas sim no dia a dia,  à medida que o cliente vai usando as novas estratégias e competências no seu ambiente habitual.

O tempo de tratamento não é igual para toda a gente. Normalmente o alívio da situação, a capacidade de controlar minimamente o problema, o verificar que é possível, consegue-se logo nas primeiras semanas de tratamento. A resolução do problema demora alguns meses.

 

Counselling pode ajudar-te a ultrapassar ataques de pânico ou outro problema emocional.

O poder da mudança está nas tuas mãos. Só tu podes tomar essa decisão e dar o primeiro passo.

Deixa-nós uma resposta...

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

* *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>