Muda sua vida...hoje!

Lisboa Counselling
4.Como lidar com uma situação de bullying?

Um dos aspectos mais importantes na luta contra o bullying, é estar informado. Este tipo de violência tem características muito específicas que têm como objectivo levar a sua vítima a ter determinado tipo de atitudes. Só conhecendo estas características e os objectivos que o bully procura alcançar, será possível desenvolver uma estratégia que leve ao fim dessa situação.

_MG_8934

 

Nos dois primeiros artigos desta série vimos algumas dessas características tanto da situação de bullying como do perfil do bully. No terceiro artigo falámos acerca das características das vítimas. Neste vamos abordar alguns dos procedimentos que se podem desenvolver para acabar com esta situação.

 

O que pode fazer?

  • NÃO fique sozinho nessa situação. Partilhe com alguém de confiança o que está a acontecer.
  • Não permita que o bully o/a isole dos seus colegas. Mantenha um bom relacionamento com eles.
  • Não chore nem mostre medo ou fraqueza. Normalmente é isso que o bully está à procura.
  • Não deixe que ele o/a intimide ou faça sentir culpado.
  • Não desça ao nível dele. Procure manter-se calmo(a). Não grite nem ameace. Muitas vezes os bullies estão à procura deste tipo de confronto e isso estimula-os a continuar.
  • Confronte o bully e diga-lhe que não quer que ele tenha esse tipo de comportamento em relação a si, mas só se vir que não corre perigo.
  • Faça o seu trabalho o melhor que puder. O bully quer que faça má figura e quando isso não acontece, as estratégias dele estão a ser malogradas.
  • Certifique-se que os seus superiores estão conscientes do seu trabalho. O bully normalmente tenta espalhar a ideia de que a sua vítima não é competente.

 

Prepare-se!

  • Mantenha um registo escrito das situações e factos. Uma das estratégias do bully é fazer com que a vítima pareça culpada ou mesmo que pareça estar com perturbações mentais.
  • Desenvolva competências de comunicação que ajudem a lidar com a situação de forma mais eficaz.
  • Procure apoio / formação junto de especialistas que estejam a desenvolver um trabalho específico e prático no ensino de estratégias anti-bullying.

 

Não corra riscos!

  • Procure manter-se fora do alcance do bully.
  • Tente que em cada interacção que precise de ter com ele, esteja mais alguém presente.
  • Se a situação se mantiver ou parecer perigosa, contacte as autoridades.

_MG_8842

 

Que tipo de apoio pode encontrar no LisboaCounselling?

Violência pessoal é uma das principais áreas de especialização do LisboaCounselling. Alguns dos aspectos que poderá desenvolver aqui, incluem:

  • Fortalecimento dos “músculos” mentais e emocionais, de forma a desenvolver a estabilidade emocional necessária para lidar com essa situação
  • Cura interior e libertação de pensamentos, memórias, medos, ressentimento, etc.
  • Auto-imagem, auto-confiança e re-estruturação pessoal (áreas que são seriamente danificadas numa situação de bullying)
  • Controlo do “contágio” negativo — aprender a impedir que a pressão causada pelo bully afecte e contamine também outros relacionamentos (familiares, etc).
  • Desenvolver o “contágio” positivo — a capacidade de influenciar / modificar a reacção do bully, através do uso de novas competências de comunicação e interacção.
  • Aumento de resiliência, de forma a reduzir o poder emocionalmente esmagador das investidas do bully
  • Identificação de riscos específicos e desenvolvimento de estratégias para os reduzir ou eliminar
  • Desenvolvimento de competências específicas para lidar com essa situação

 

 

Ser um agressor é uma opção.

Ser vítima também.

imgres-2

 

 

Hoje mesmo pode começar a mudar a sua vida. Sem correr riscos e num ambiente de privacidade e confidencialidade.

O LisboaCounselling existe para o/a ajudar.

Contacte-nos!

info@lisboacounselling.com

 

 

 

 

 

 

Deixa-nós uma resposta...

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

* *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>