Muda sua vida...hoje!

Lisboa Counselling
4.Insucesso Escolar — Problemas Comportamentais

Lápis

Problemas comportamentais sempre existiram. Não é uma coisa nova. Mas com a tendência, ao longo já de várias décadas, de se viver num ambiente de permissividade e de falta de regras e limites, esses comportamentos são exacerbados em quem já os tinha por natureza e, para além disso, acabam por surgir imensos “simpatizantes” — aqueles que num ambiente equilibrado teriam um comportamento positivo mas no ambiente actual se deixam seduzir e contagiar, podendo portar-se tão mal como os outros.

 

Birras

Estas são associadas a crianças mais pequenas, mas podemos encontrá-las em todas as idades. As birras provocam um imenso desgaste na família e afectam a concretização de deveres básicos como o estudo e os TPCs.

Normalmente são vistas pelos pais como impossíveis de controlar mas, na realidade, apenas precisam de estratégia eficaz e bem implementada. É um dos problemas comportamentais que Counselling consegue resolver em relativamente pouco tempo.

 

Falar nas aulas

Este hábito está de tal forma enraizado, que é visto pelos miúdos como sendo não só natural mas como um direito que eles têm. É muitíssimo desgastante para os professores que, na maioria das vezes, não sabem como lidar com a situação. Obviamente, o falar vai reduzir a atenção (de quem fala e dos que estão à sua volta!) e reduzir muito a capacidade de absorção da matéria.

 

Bullying

Este é um problema muito grave, que deixa marcas profundas nas suas vítimas, por vezes para o resto das suas vidas. Os adultos tendem a subestimar o problema ou a esperar que o bully mude. Mas isso não acontece! Um agressor não deixa de o ser!

Um dos sinais quase sempre presentes numa situação de bullying é a descida no rendimento escolar. Podes encontrar mais informação acerca do bullying na escola, no artigo  http://lisboacounselling.com/bullying-na-escola/

 

Síndrome de oposição

Dantes este era chamado teimosia e “tratado” à lambada!! Eu não estou a dizer que isso seja correcto, de forma alguma. Mas também não acredito que considerar “patologia” algo que é um problema de comportamento, vá ajudar na resolução desse problema. No 1° artigo desta série sobre insucesso escolar podes encontrar algumas desvantagens deste tipo de diagnósticos, http://lisboacounselling.com/insucesso-escolar-hiperactividade/

 

Borderline

Estas crianças / jovens são marcadas por uma grande instabilidade emocional, com muita impulsividade, sendo frequente terem atitudes de raiva e agressividade. Há grandes oscilações de humor, podendo variar entre a ostensiva desvalorização ou mesmo desprezo pelos outros, a agressividade e o medo de abandono.

Este transtorno é considerado por muitos especialistas como uma doença. Isso faz com que, por um lado, estas crianças tenham “desculpa” para esse tipo de comportamentos e, por outro lado, com que se pense que é através de medicação que o problema se resolve. É importante perceber que o diagnóstico de distúrbios a nível psiquiátrico (emocional, comportamental), é feito simplesmente através de sintomas, que o especialista observa ou que o paciente diz que tem. É, portanto, um diagnóstico bastante subjectivo.

 

Síndrome de Asperger

Estas crianças e jovens são pouco sociáveis, tendo dificuldade principalmente em interagir com os outros e em entender e expressar emoções. Tendem a ter comportamentos estereotipados, sentindo-se desconfortáveis com mudanças na sua rotina. A abordagem de Counselling é no sentido de os ajudar a ultrapassar esta “falta de habilidade” a nível das interações sociais, aumentando o seu bem-estar e facilitando a vida de quem convive com eles.

 

Perante os problemas comportamentais, a tendência mais comum é trabalhar com a pessoa que os tem. No entanto, aqueles que com ele convivem (colegas, professores, familiares) também precisam de desenvolver competências específicas para lidar com este tipo de pessoas, sem se deixarem destruir por elas.

Se o teu filho está a ser afectado por atitudes negativas de outros, não esperes que essas atitudes mudem ou que alguém resolva o problema. É o equilíbrio e bem-estar do teu filho que estão em jogo!

 

Quer o teu filho tenha problemas comportamentais, quer esteja sujeito a colegas que os têm, Counselling pode ajudar!

 

 

Deixa-nós uma resposta...

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

* *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>