Muda sua vida...hoje!

Lisboa Counselling
Bullying

Bullying e Violência Doméstica

 

Violência doméstica é uma forma de bullying. Não se trata de uma pessoa com problemas de falta de paciência ou com “pavio curto” mas de alguém que maltrata e massacra a sua vítima, de forma consciente e intencional.

[box type=”info”] Tipos de Bullying

  • Violência doméstica
  • Violência no namoro
  • Bullying na escola
  • Bullying no local de trabalho[/box]

 

Será que sou vítima de violência doméstica?

[learn_more caption=”Como podes ter a certeza que estás a viver uma situação de violência doméstica?”] Alguns sinais:

  • Por vezes sentes medo do teu parceiro
  • Fazes ou deixas de fazer coisas para evitar que ele faça uma cena
  • Por vezes parece óbvio que fizeste alguma coisa errada mas não sabes bem o quê
  • Acreditas que o que está a acontecer é culpa tua… ou mesmo que és tu o/a agressor(a)
  • Por vezes duvidas da tua sanidade mental
  • Foste perdendo o contacto com a maioria dos teus amigos e família desde que estás com ele
  • Sentes-te isolado(a), sem ninguém com quem desabafar
  • Pensas que se contasses o que se passa contigo ninguém ia acreditar
  • Estás emocionalmente em baixo
  • Sentes que vives num ambiente de terror permanente
  • Perdeste o interesse pela vida
  • A tua maior, ou única motivação para viver é protegeres os teus filhos
  • Tens algum problema de saúde física sem causa aparente (por ex. fortes anemias)
  • Ele diz que tu estás louco(a), que és doente mental, que precisas de ir ao psiquiatra
  • Ele insulta-te ou chama-te nomes
  • Ele tem atitudes sarcásticas ou mesmo cruéis
  • Ele parece ter grandes variações de humor — muitas vezes pode ser extremamente atencioso, outras agredir-te fisica ou psicologicamente, depois pedir

    perdão e prometer que não volta a acontecer

  • Ele faz-te ameaças, abertas ou insinuadas
  • Ele vinga-se cruelmente (fisica ou psicologicamente) quando fazes coisas que ele não quer
  • Ele considera como grave traição tu falares das vossas dificuldades a alguém
  • Ele procura humilhar-te mesmo na presença de outras pessoas
  • Ele já te obrigou a fazer coisas que não querias

Se te identificas com a maioria destes sinais, deves procurar ajuda. LisboaCounselling pode ajudar-te.[/learn_more]

[learn_more caption=”Algumas crenças comuns mas completamente erradas.”]

Não Ele(a) é ciumento porque me ama | Sim O amor não leva alguém a agredir a pessoa amada.

Não Ele vai mudar | Sim A tendência natural é para piorar.

Não Se eu fizer o que ele quer, ele deixa de me agredir | Sim Se fizeres o que ele quer, ele não vai parar de agredir; apenas vai continuar a exigir cada vez mais e de forma mais perversa.

Não A violência só acontece em meios sociais desfavorecidos | Sim A violência acontece em todas as classes sociais, sem distinção.

Não Ele só é violento quando consome álcool ou drogas | Sim O álcool e as drogas não tornam as pessoas violentas, apenas mais desinibidas para mostrarem o que realmente são.

Não Os homens nunca são vítimas de violência | Sim A violência doméstica afecta tanto homens como mulheres.

Não Uma bofetada ou um insulto não são violência | Sim Qualquer agressão ou desrespeito pelo outro é uma forma de violência.

Não Quando se ama realmente alguém deve fazer-se tudo o que essa pessoa quer | Sim Perderes a dignidade ou o respeito por ti próprio nunca pode ser considerado uma manifestação de amor.

Não Entre marido e mulher não metas a colher | Sim Agir perante uma situação de agressão de um familiar ou amigo não é errado; o que é total falta de ética é permitires que a agressão continue sem fazeres nada.[/learn_more]

[learn_more caption=”O que fazer?”]

Não fazeres nada ou tentares “ajudar” o teu agressor, vai trazer mais agressão não só sobre ti mas também sobre outras pessoas:

  • Precisas de desenvolver amizades, recuperar o teu relacionamento com amigos e família.
  • Deves ter alguns amigos mais próximos com quem possas falar abertamente e que saibam da tua situação.
  • Procura desenvolver a tua independência do teu agressor.
  • Procura ajuda.

Se algum(a) amigo(a) te diz que está a ser maltratado:

  • Ouve-o
  • Acredita no que ele diz, mesmo que pareça ridículo ou exagero

  • Ajuda-o a procurar ajuda[/learn_more]


sad-ladyApoio

  • Counselling Individual: Cura interior e desenvolvimento de capacidades para lidar com a sua situação de forma mais saudável ou mesmo conseguir alterá-la.
  • Terapia de grupo / formação
  • Seminários de sensibilização, informação e prevenção de violência doméstica e violência no namoro
  • Apoio a grupos de intervenção nesta área